Pelo Mundo – Bélgica

foto 2 (3)

Bruges – Moinho de vento

Da série “viajando com a Luly” (enquanto a Luly viaja – haha), reuni algumas poucas fotos de quando fui para a Bélgica com o Caio. Mais uma vez, quando estive lá não pensei em tirar fotos para o blog, então tudo que encontrei não tem muita produção. São fotos simples, que tiramos só para registrar o momento. Mas pode deixar que dessa vez estou caprichando e tirando várias fotos divertidas e especiais para cá! Em novembro teremos muitos posts da viagem. :)

foto 4 (1)

Atomium – Bruxelas

Para quem não sabe, a Bélgica é um pequenino país entre a França, Alemanha e a Holanda e possui apenas 11 milhões de habitantes. Sua capital é Bruxelas, porém a cidade mais populosa é Antuérpia. Lá você encontra pessoas falando francês, alemão e holandês. O país é conhecido pela cerveja, chocolate, waffle (MARAVILHOSO) e pela Batata-Frita (sério, não estou brincando e é deliciosa. Haha)

foto 5 (1)

Atomium – Bruxelas

– O Atomium é a grande atração turística de Bruxelas. Com 103 metros de altura, o monumento representa uma molécula ampliada bilhões de vezes. Ao todo são 9 esferas e cada uma abriga uma exposição, sendo que três não podem ser visitadas pelo público. Elas possuem também janelas com vista panorâmica para a cidade.

foto 1 (2)

Catedral de São Miguel e Santa Gúdula

foto 2 (2)

Catedral de São Miguel e Santa Gúdula

A Bélgica é um país laico com liberdade de religião, porém muitos monumentos mostram que o catolicismo é predominante desde sempre. Igrejas como de São Miguel e Santa Gúdula e a Basílica do Sagrado Coração são atrações turísticas na capital.

foto 3 (1)

Rue de Bouchers

 O que fazer em Bruxelas?

– Grand Place é o centro histórico e comercial de Bruxelas e o local mais visitado por turistas. Além da arquitetura incrível, lá podemos encontrar muitos bares, restaurantes e lojas. É lá também que fica a câmara municipal, outro monumento histórico. A praça é considerada a mais bonita do mundo e, gente, é de ficar com o queixo caído. Eu fiquei.

– Câmara Municipal é uma enorme construção vista assim que adentramos a praça. Ela foi construída no século 13  e sua torre possui quase 100 metros. Eu tenho uma queda por arquitetura europeia e fiquei boba quando conheci as famosas “casinhas” belgas. É tudo muito gracinha, mas a torre da câmara municipal é de tirar o fôlego de quem vê.

– Cathedral of Saints Michel and Gudule possui a arquitetura gótica e foi construída no século 15. Como todo monumento religioso, a catedral merece ser visitada só pela energia que carrega, além de ser lindíssima por dentro (e por fora).

– Rue de Bouchers é uma rua que bomba à noite. A arquitetura fofa e típica da Bélgica é datada do século 17. A rua é cheia de restaurantes de bares. O prato mais vendido? Mexilhões com batata-frita!

– Galeries St Hubert é uma galeria chamosíssima no centro da cidade. Seu telhado de vidro encanta os visitantes. Lá podemos encontrar cafés, teatros e lojas superchiques. Foi lá que fizemos as compras favoritas da viagem inteira.

– Manneken Pis é uma famosa estátua de um menino fazendo xixi na fonte. Ela representa o humor belga. Para quem não sabe, uma réplica da estátua pode ser encontrada na frente no clube do Botafogo, no Rio de Janeiro. O menino virou mascote do time e agora é chamado de manequinho.

– The Royal Palace (Palais Royal) é a casa oficial do rei belga. Para saber se ele está em casa é só reparar se a bandeira do país está esvoaçante no telhado da casa.

– Museus: Como em toda grande cidade europeia, Bruxelas é cheia de museus. Os locais mais interessantes de visitar são o Museu de Instrumentos Musicais, o museu do desenho (Centro de Desenho em Quadrinho Belga) e, para quem gosta, o museu dos dinossauros (Instituto de Ciências Naturais).

– Tapete de Flores é um grande “evento” belga que acontece sempre durante o verão e dura quatro dias. Desde 1971 a praça central da cidade é coberta por um tapete de flores incrível, todas produzidas lá mesmo. O tapete mede 2mil metros quadrados e conta com mais ou menos 750.000 flores. OMG!

foto 1 (3)

Galeries St Hubert

BRUGES

foto 3 (2)

Bruges é uma das cidades mais românticas da Europa e eu não poderia deixar de visitá-la com o Caio na nossa primeira viagem juntos. Ela é conhecida como “Veneza do Norte” por ser cercada de canais. A cidade é muito pequenina podendo ser conhecida em pouquíssimos dias e o charme de suas ruínas e ruelas encantam qualquer visitante.

foto 4 (2)
foto 2 (4)
Além de Bruxelas e Bruges, passamos também um dia em Antuérpia, que fica bem próxima à Holanda, nosso destino seguinte.
Gostaram do post?
Alguém aí já foi à Bélgica?
Deixem seus comentários! Ueba!
***
LulyTrigo