Poder da mente

cerebro

Hipnose. Lógica. Sugestão.

O Mentalismo é, resumidamente e a grosso modo, a soma dessas três palavras. Pelo menos foi o que li na Wikipedia. Hehehe. Ah, vai! Eu não sou expert no assunto e, apesar de conhecer um mentalista, não acho que consigo explicar direito o que é. A ideia é essa: o palco fica de boca aberta quando, por meio de poderes sobrenaturais, o mentalista consegue descobrir até a sua senha do banco só de você pensar nela. *.* BRINKS! O mentalista que eu conheço não faria isso… er… bem… acho que… não tenho certeza. Ai meu deus! *Vivi corre para mudar a senha do banco*

Pronto. Agora que minha conta está segura, posso continuar escrevendo esse post suuuuperinteressante que eu preparei para vocês para falar de MENTALISMO! *batidas dramáticas e som do verdadeiro suspense do cinema*

Meu primeiro contato com mentalismo foi há alguns anos, quando resolvi assistir o show do Leonardo Martins (na época, ele se apresentava na Lapa). Fui com alguns amigos, me sentei numa mesa relativamente próxima ao palco e esperei ansiosa pela apresentação. Pedi ao garçom que me trouxesse cerveja e uns petiscos e disse aos amigos:

– Ó! Espero que ele não me chame no palco, hein? Tenho vergonha! Nem *insere palavrão muito feio* que eu subo nesse palco!

O show começou. O Leo se apresentou. Explicou o Mentalismo e chamou sua primeira vítima. Adivinha quem?

Eu e mais duas pessoas subimos no palco e aguardamos instruções. Comigo o truque foi esse:

De frente para mim, ele ergueu um livro na minha direção, de modo que ele não via o conteúdo das páginas quando as folheou, e disse:

– Quando quiser que eu pare de passar as páginas, fala para!

Eu esperei um pouco e falei “para”. Em seguida, ele ergueu ainda mais o livro e pediu para que eu lesse a primeira palavra da página e guardasse aquela informação para mim. Ou seja, nada de ler em voz alta. Entendido. Ele parou, se concentrou, olhou lá dentro dos meus olhos, pediu que eu pensasse na palavra e repetisse ela algumas vezes na minha mente. Eu fiz o que ele pediu. Ele escreveu uma palavra num quadro, sem mostrar pra ninguém, e me pediu para segurar o quadro de cabeça pra baixo. Depois me pediu para escrever a palavra num papel. Escrevi. Ele pegou o papel e leu em voz alta: Langdon.

Em seguida, falou para eu levantar o quadro e mostrar para o público o que ele havia escrito. E lá estava a palavra: Langdon.

AGORA ME EXPLICA COMO ELE FEZ ISSO!

E isso não é nada. Das duas outras pessoas que estavam no palco ele ainda conseguiu arrancar coisas mais bizarras. Uma das pessoas, que aliás é meu namorado, ele adivinhou a cor que ele pensava – assim, do nada, sem referência alguma – e da terceira pessoa, adivinhou O NÚMERO DE UM TELEFONE. Ah, gente, para!

Vejam o vídeo disso!

[vsw id=”Gv_E598GzSI” source=”youtube” width=”600″ height=”485″ autoplay=”no”]

Confesso que me apaixonei por mentalismo! Achei aquilo incrível. Sei que existe uma técnica de sugestionar e induzir as coisas para a pessoa agir da maneira como o mentalista precise que ela aja; e também uma maneira de interpretar os olhos, reação, movimento do corpo, da cabeça e da garganta, enfim. Isso só faz a parada ser ainda mais interessante, vai!

Num outro espetáculo que fui, o Leo andou sobre CACOS DE VIDRO sem se machucar. Tem vídeo disso!

Sério. É coisa de louco. Sabe aquele filme Truque de Mestre? Dever de casa para quem não entendeu ainda o que é mentalismo! É bem bacana!

truque poster

Ano passado fui numa apresentação do grupo The Illusionists no Teatro Bradesco. Sete malucos. Cada um com sua especialidade. Absurdo! Lindo! Nooossa! Me senti em Las Vegas num espetáculo de mágica VIP!

E, como eu acho que mágica tem tudo a ver com nerd, não podia deixar de mostrar essa minha paixão para vocês conhecerem um pouquinho! Vocês podem ver o site do Leonardo Martins e o blog para saber mais e podem até contratá-lo para eventos e festas. =)

Mentalista Leonardo Martins no “Bastidores” do Multishow

[vsw id=”HUptlFImEr4″ source=”youtube” width=”600″ height=”485″ autoplay=”no”]

PostAutorVivi